FORMAÇÃO

Aspirantado

Postulantado

Noviciado

Juniorato ou Votos Temporários

Formação Permanente

Após os anos de estudo, discernimento e vivências do Aspirantado, Postulantado e Noviciado o jovem faz o pedido (ou não) para fazer sua primeira profissão religiosa. Sendo aceito o jovem professo já é Irmão da Congragação, mas ainda em formação. O tempo que se segue é feito para que vivendo como Irmão, assumindo as responsabilidades e desafios da vivência comunitária e apostólica, sua vocação possa ir sendo confirmada e aprofundada.

 

O Juniorista faz a partir daí a renovação anual dos votos de pobreza, castidade e obediência. No final de no mínimo quatro anos e sendo aceito pela congregação o Irmão de votos temporários faz o pedido para professar os votos perpétuos,

válidos para toda a vida. Normalmente durante esta etapa o jovem vai continuar sua formação acadêmica iniciada no Aspirantado e Postulantado, principalmente em vista de uma possível atuação profissional nos projetos que acompanhamos, ou em outros em que também podemos ser presença viva da Igreja no mundo.

Quando decidimos assumir algo que é muito importante  para nós precisamos nos preparar para isto. É como o casamento: primeiro a paquera, depois o namoro, depois o noivado, até chegar o casamento. E depois do casamento é preciso também cuidar da relação para que ele não se desfaça, certo?! Com a vocação religiosa é a mesma coisa, por isto existem diferentes etapas de formação até chegar os Votos Perpétuos. E depois deles a formação passa a ser permanente. De forma geral a formação inicial está divida em quatro etapas: o Aspirantado, o Postulantado, o Noviciado e o Juniorato. Cada uma delas tem um objetivo e uma duração específicas...

É a etapa inicial da formação, onde o candidato irá ter um contato mais próximo com o dia-a-dia dos Irmãos de São Gabriel, no contato diário com a nossa vida de oração e vida apostólica. Visa possibilitar um conhecimento mútuo entre o aspirante e a congregação, preparando o candidato para ingressar na vida religiosa consagrada, tendo em vista a realidade, a missão, o carisma e a espiritualidade de nossa Congregação.

 

É um período de vida cristã intensa, de busca do desejo de Deus e de uma sensibilização, no qual o jovem é acompanhado em seu processo sistemático de crescimento pessoal, comunitário e de discernimento vocacional. O aspirante é introduzido progressivamente no estilo de vida da Congregação.

O Aspirantado inicia-se após o acompanhamento por parte do acompanhador vocacional e prolonga-se até atingir  os objetivos estabelecidos para este período de formação. Pode ser realizado na casa de formação, nas comunidades ou na própria família, com o devido acompanhamento. Nesta etapa a formação humana e bíblica são muito importantes.

O Postulantado é uma etapa de maior envolvimento comunitário e na missão própria dos Irmãos de São Gabriel. É a etapa na qual o jovem dá continuidade a experiência de viver em comunidade na congregação, formando-se integralmente, a fim de tornar claras suas motivações e adquirir a preparação suficiente para começar o noviciado.

 

Nesta etapa, o jovem é levado a se deixar construir pelo Espírito Santo, vivendo a serviço de Deus e dos Irmãos. É tempo de realizar estudos sobre a  história de nosso fundador e da congregação, continuar a formação humana e bíblica e iniciar os etudos teológicos.

O postulante, nesta etapa de formação, continua a discernir seu chamado a seguir Jesus mais de perto, deixando-se seduzir por Jesus no seu íntimo e inserindo-se numa Igreja que fez a opção profética e evangélica dos pobres e dos jovens - opção que faz parte da tradição monfortina gabrielista desde a sua origem. Normalmente o tempo do Aspirantado e o Noviciado juntos é de dois a quatro anos.

O Noviciado já é uma experiência de maior profundidade, feita na contemplação das atitutes e do agir de Jesus Cristo virgem, pobre e obediente na relação com seu Pai celeste e com os homens. A Sabedoria Encarnada é o grande modelo de nossa vida, e nesta etapa buscamos esta graça de, aos poucos, irmos nos convertendo, estando cada vez mais ligados à Ele, partilhando sua missão e sendo artesão da busca de seu reino de amor, de paz e de justiça.

 

Nesta etapa o jovem tem menos contatos externos e atividades, dedicando-se exclusivamente à vida de oração, ao contato com a Trindade, e aos estudos, o que chamamos ano canônico.

O ano canônico é necessário para que o jovem possa ter mais firmeza na decisão que poderá assumir daqui para frente, em vista também das dificuldades, desafios e renúncias que a vida consagrada nos impõe. O noviciado é feito em dois anos, do qual um é o ano canônico e o outro o ano apostólico, de maior envolvimento com a missão da congregação, ou seja, a ação própria de cada instituto religioso, o seu carisma.

Nunca estaremos prontos para responder aos desafios da evangelização, principalmente em tempos tão diversos como o nosso. O seguimento de Jesus requer um aprendizado e conversão constantes. Para sermos verdadeiramente solidários com aqueles que nada tem (pelo voto de pobreza), para estarmos inteiramente disponíveis de corpo e alma para aqueles que não tem nimguém que os ame (pelo voto de castidade) e para compreender e ajudar aqueles que não tem escolhas na vida (pelo voto de obediência) temos que continuar buscando na palavra de Deus aquilo que nos é necessário.

 

Como São Luís, é preciso ter consciência de nossa fraqueza humana e de nossas imperfeições, buscar melhorar a cada dia, com

humildade e abertura para a correção fraterna que os nossos irmãos podem nos proporcionar, e fazendo também da vivência com o povo mais simples o maior aprendizado que podemos receber. Maria é diariamente nossa primeira e grande mestra no seguimento de Cristo, por isto, nosso momento mariano diário também faz parte da formação permanente.

Copyright © 2019 Congregação dos Irmãos da Instrução Cristã de São Gabriel.  Todos os direitos reservados.                  Criado por Wix.com